A História do Brasil | Animação

A História do Brasil | Animação


“História é a versão do passado que pessoas
decidiram concordar.” Parece até que Napoleão estava falando do Brasil quando disse essas
palavras, né? Pra muitos brasileiros o passado dessa terra pode ser resumida em 4 palavras:
invasão, escravidão, roubo e corrupção. Mas claro que não, a História do Brasil
é muito mais que isso. O quinto maior país do mundo tem uma história de lutas, conquistas
e batalhas que podem e até devem ser colocados entre os grandes feitos da humanidade. Então,
cavaleiros, essa é a História do Brasil. É, imaginar que o nativo de um lugar brota
do chão é uma versão bem legal da história, mas a verdade é que os primeiros nativos
do Brasil não são tão nativos do Brasil quanto a gente pensa. A história deles começa
aqui, na Ásia há uns 5 mil anos atrás. Eles saem daqui, passam por aqui e chegam
aqui: América. Eles começam a se espalhar por todo o continente; só que depois veio
outra onda de índios, e mais outra e mais outra… Foram 4 ondas migratórias de nativos
da Ásia. E quando índios encontram índios, o que que você acha
que acontece? Eram centenas de tribos, que falavam línguas
diferentes, tinham costumes diferentes, leis diferentes, eram nações diferentes; uns
eram canibais, como os Botocudos e Tupinambás, outros eram mais de boa como os Tupiniquins
e os Guaranis. Ou seja, era treta pra todo
lado e muitas nações indígenas foram exterminadas por causa dessas guerras. No território inteiro do Brasil, tinha no máximo 5 milhões de índios e eles ocupavam
basicamente a costa atlântica, onde tinha mais rango pra eles. E assim eles viviam,
comiam, brigavam e se espalhavam até que…Toc, toc… É…pra muita gente o Descobrimento é
uma Guerra infinita, que existe desde 1500, onde as forças do bem e do mal lutaram pra
ver quem descobriu no Brasil. E tudo isso só por causa de um termo criado
pelos Europeus chamado de “Era dos Descobrimentos”, que foi um dos períodos mais incríveis e
importantes da história da humanidade que conectou povos e pessoas do mundo todo pela
primeira vez. E tudo isso por causa de uma galera nervosa conhecida como “justiceiros
do politicamente correto” que se concentram só no lado ruim da história, até porque
a função deles no mundo é essa. E como
Portugal foi o líder da “Era dos Descobrimentos”, advinha: sobrou pros caras. Mas o fato é que os portugueses nunca disseram que chegaram aqui primeiro que os Índios,
assim como eles nunca disseram que chegaram na África primeiro que os africanos. O termo
“Descobrimento” pros portugueses significava encontrar algo novo, desconhecido do resto
do mundo, descobrir a ciência e o caminho pra chegar lá. É algo muito mais complexo
do que uma corrida de quem chegou primeiro. O que deveria ser encarado como um período
único na história do mundo, do encontro de civilizações isoladas por milênios,
é renegado como um mero acidente infeliz. E é claro que o descobrimento do Brasil também
não foi acidente, prova disso foi a treta que Portugal arrumou com o papa e os espanhóis
pra mover a linha do Tratado de Tordesilhas mais 370 léguas a oeste do Cabo Verde…e
essa linha cavaleiros, passava bem no meio desse terrenão aqui que vocês conhecem bem.
E embora seja bem fofo chamar o Brasil de Brasil por causa do pau-brasil, tem outra
versão dessa história: As crônicas da época dizem que o nome Brasil, vem da lenda de uma
ilha medieval criada por um navegador e monge irlandês chamada de Hy-Brazil, e que essa
lenda serviu de inspiração pro nome do país. É, cavaleiros, história é um negócio doido
mesmo. Então primeiro chega Duarte Pacheco em 1498,
depois Cabral em 1500. Mas ele não fica e parte pras Índias onde o Império Português
tava concentrado. Até porque era lá que a grana rolava, e a treta também: tava todo
mundo querendo expulsar os portugas de lá: os otomanos, venezianos, mamelucos e indianos
eram os principais. Só que nas primeiras décadas de 1500 os
franceses também começaram a dar as caras no Brasil, o que fez o rei D. João III ficar
loucão da vida, principalmente porque Portugal tinham só 1 milhão de habitantes e tinham
um império espalhado no mundo todo. Então em 1530 ele resolve criar as Capitanias Hereditárias
e começar o processo de colonização do território.
Mas como o negócio não tava dando muito certo, em 1549 a coroa Portuguesa resolveu
unificar as capitanias e administrar todo o território sob o “Governo-Geral” que
teve como seu primeiro governador, essa lenda aqui, Tomé de Sousa.
E quando o lance é falar de colonização, ai ai, começa outra guerra. Aí vem aquela
história de que os ingleses eram melhores, e que o Brasil seria uma Austrália ou Estados
Unidos e blá blá blá…só esse assunto dá um vídeo de umas 5 horas, mas como um
tiro rápido escuta só isso aqui: 48% dos colonizadores britânicos na Austrália eram
degredados criminosos Os aborígenes eram tratados com extrema violência e teve sua
população reduzida a 90% do que era antes da chegada britânica. No século XVI e XVII,
o Reino Unido era considerado uma nação atrasada tecnológica e culturalmente. E pra
fechar, quando a Índia estava sob o domínio do Império Britânico, a administração
inglesa foi responsável por deixar mais de 30 milhões de indianos morrerem de fome pra
desviarem recursos para guerra; Acho que já tá bom né? Fontes na descrição.
Mas o fato é que o Brasil foi na maior parte uma colônia de povoamento, e as razões são
simples: a coroa portuguesa exigia apenas 1/5 do imposto do que se produzia aqui, e
isso deixava os nobres doidos pra virem pra cá; quem nascia no Brasil também tinha os mesmos
direitos de um cidadão português, e isso incluía até os índios, mas não os negros;
a população portuguesa era apegada ao Brasil, e ainda tinha a alta miscigenação entre povos
Europeus e indígenas. E o clímax dessa união aconteceu em 1567
na batalha que definiria a história do Brasil, no Rio de Janeiro. Portugueses e Temiminós, liderados por Estácio de Sá e o grande chefe Arariboia derrotaram
definitivamente a invasão francesa apoiada pelos tamoios, sendo a primeira grande batalha
naval pelo país, onde índios e portugueses lutaram do mesmo lado, acabando com a França
Antártica, e fundando a cidade do Rio de Janeiro. E a treta rolava solta na Ásia, Índia, Europa
até que em 1630 o Brasil foi atacado pelos… “Toc Toc” “Quem é?” “Os Holandeses”. Eles dominaram Pernambuco por 18 anos. Mas em 18 de abril de 1648 três forças se unem
para expulsar um inimigo em comum e que definiria a identidade nacional brasileira: 2 mil Portugueses,
índios e negros lutaram juntos contra o exército holandês 3 vezes maior e conseguiram uma
vitória épica e decisiva na Batalha dos Guararapes, no período de lutas conhecido como Insurreição
Pernambucana e que deu origem ao Exército Brasileiro.
Mas apesar de todas essas glórias, o capítulo sombrio da escravidão no Brasil estava longe
de terminar. Essa foi uma mancha indelével na história da civilização humana, mas
que infelizmente era uma realidade comum da época; e os europeus não estavam sozinhos
nisso; Asiáticos escravizavam asiáticos, índios escravizavam índios na América,
negros escravizaram negros na África. E é nesse período que surgem os jesuítas pra converter e educar os índios na cultura ocidental e religião cristã. E foi a lenda chamada José de Anchieta o responsável por criar a primeira gramática da língua Tupi e preservar pra nós boa parte da cultura indígena que a gente conhece hoje. Mas às custas disso a economia e o território brasileiro cresciam, principalmente por causa
desses caras aqui, os bandeirantes brasileiros, paulistas, que desbravaram as matas atrás
de ouro expandindo as fronteiras do país, e entrando em conflito direto com indígenas. Até que finalmente, por volta de 1697, eles encontram ouro, aqui, em Minas Gerais. É,
cavaleiros, só duzentos anos depois da chegada no Brasil é que eles acharam o negócio pra
valer. Isso deixou o Brasil feliz, Portugal Feliz,
todo mundo estava feliz… Até 1 de novembro de 1755 quando o Império tremeu no seu coração… A
cidade de Lisboa foi totalmente devastada por um terremoto colossal, seguido de um incêndio
infernal e um tsunami que terminou a tragédia. O terror foi tão grande na Europa que levou
ao nascimento da sismologia. O Império tinha desabado, e uma pessoa seria responsável
por reerguê-lo novamente: Marques de Pombal. Ele começou a cobrar um imposto extra chamado
de Derrama na região de Minas Gerais pra reconstruir Lisboa, o que levou a uma série
de revoltas no país, principalmente a Inconfidência Mineira com a morte de Tiradentes. Mas Portugal tinha outro probleminha, na verdade um problemão…e ele tinha nome e sobrenome: Napoleão Bonaparte. Ele já tinha conquistado a Europa Ocidental toda só faltava Portugal.
Então D. João VI que ainda era um príncipe-regente porque sua mãe ainda tava viva e loucassa,
parte pro Brasil em 1807, deixando Portugal bem….magoado. Depois que a dona Maria morreu, ele finalmente se tornou o Rei, mas não era só um rei qualquer,
era rei de um Reino Unido, o nosso Reino Unido: O Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves. Agora, Brasil e Portugal eram um só. E esse período marcou uma nova era na História
dos dois países E a capital desse gigante,cavaleiros, seria aqui…Rio de Janeiro. Um
verdadeiro boom cultural, econômico e social se espalhou pelo país, que agora estava totalmente
aberto ao comércio liberal. Aqui surgiram as bases para a grande e influente nação
que o Brasil se tornaria nas décadas seguintes. Mas é claro que isso ia dar treta em Portugal:
revoltados querendo seu rei de volta, D. João VI volta pra acalmar os Portugas mas tem uma
ideia genial, é isso aí mesmo…simplesmente genial: João vai, mas deixa ele, o seu bebê
de 22 anos, ele, o mito, a lenda, o pai dosmachos-alfa: D. Pedro I. E ao seu lado está
ele, o mestre dos magos brasileiro: José Bonifácio de Andrada e Silva.
Pra impedir que a revolta em Portugal afetasse o Brasil e quebrasse a nação em várias
republiquetas, ele aceita o pedido do povo, fica e declara a Independência do Brasil
em 7 de setembro de 1822. O plano de D. João VI, arquitetado por José Bonifácio e executado
por D. Pedro I tem um resultado épico: o Brasil agora era uma nação independente,
apoiada pelo povo, que não precisou se sacrificar em um ideal de revolução sangrento, como
na américa espanhola e Estados Unidos. É, só que não foi só uma nação que surgiu
disso: foi um Império. O Império do Brasil, com seu primeiro Imperador: D Pedro I. Na época a Província da Cisplatina já pertencia ao Brasil, só que depois da Guerra da Cisplatina,
a região conseguiu sua independência em 1828, e mais tarde se tornou o Uruguai. Só que
3 anos depois, sob extrema pressão brasileira e portuguesa, principalmente porque Pedro
perdeu a Cisplatina e estava com ideais abolicionistas, ele resolve abdicar e retornar a Portugal
para enfrentar seu irmão Miguel na Guerra Civil Portuguesa. Ele volta a Portugal, mas faz
igualzinho seu pai: ele deixa aqui sua criança, seu filhinho, o Odin brasileiro, ele, Pedro
II. Sob a tutela de Bonifácio, ele eleva o Império do Brasil a um dos mais respeitados,
ricos e poderosos do Ocidente, no período que a enciclopédia Britânica chama de “o
mais frutífero da história do brasil”, estabelecendo uma monarquia parlamentarista
no Império. E foi sob a liderança dele que o Brasil venceu
o maior conflito da história da América do Sul, A Guerra do Paraguai, acabando com
a influência e tirania do ditador Solano Lopez no país. Pedro II viu na guerra a oportunidade
de libertar muitos escravos, o que deixou os donos de terras loucassos com ele. Aliás,
a abolição sempre foi uma constante no governo imperial, especialmente de Pedro II, influenciados
por ícones como Joaquim Nabuco. Pedro cria a Lei do Ventre Livre, onde todos os nascidos
de escravos seriam livres. Mas o ato final ficaria para sua filha, a princesa Isabel. Com seu pai muito doente e incapacitado, a princesa regente assina a Lei Áurea em 1888,
dando um fim definitivo a escravidão. Quem não gostou nada disso, foram os rivais
políticos da monarquia que aproveitam a oportunidade pra dar um golpe fatal no coração do Brasil. Em 15 de novembro de 1889, Marechal Deodoro da Fonseca declara a Proclamação da República
e expulsa a família real do Brasil. Era o fim do Império do Brasil e seu legado e
era o início do República Brasileira. A República Velha, como chamamos esse período,
durou do Golpe de 89 até a Revolução de 1930, com um novo golpe militar e a chegada
dele, Getúlio Vargas, num período controverso e polêmico, que chamamos de Era Vargas, Que
aliás foi responsável pela atuação do Brasil em importantes batalhas na Itália
ao lado dos Aliados na Segunda Guerra Mundial. E foi de baixo de mais golpes, polêmicas
e controvérsias que o Brasil seguiu nas décadas seguintes…Opa, faltou uma coisinha aqui:
corrupção também. Mas uma coisa não foi destruída no meio
desse caos e pandemônio que o país se tornou: o nosso legado, a nossa história, as nossas
conquistas, os feitos dos nossos antepassados Portugueses, índios e negros. A cada dia,
mais brasileiros estão participando ativamente na restauração do monumento mais precioso
que eles têm em comum: A sua verdadeira história… A História do Brasil. E agora somos 50k cavaleiros no nosso Império, e isso me deixa muito honrado. 10k guerreiros
estão chegando todo mês. Muito obrigado por tudo Por isso vosso humilde capitão gostaria de dar apenas uma
ordem a vocês: protejam nossa história e nosso legado! Os portugueses cometeram muitos erros sim, mas os índios também cometeram os mesmos
erros, os negros também. Eles eram humanos, nós somos humanos! Nós reconhecemos esses
erros, não há desculpas. Mas junto com os erros, precisamos lembrar das glórias e conquistas
e assim conectar esses três povos que fizeram tanto pelo passado do Brasil. O mundo há 500 anos atrás era difícil e implacável, os países tinham sua soberania
ameaçada constantemente por outros países; invasões eram comuns; Portugal mesmo esteve
sob o domínio espanhol por 60 anos e de Roma por séculos. A busca por riquezas e poder
era essencial se um país quisesse sobreviver. Mas de todas as potências europeias, Portugal
foi a que menos tirou vidas nativas e foi a que mais se misturou com os índios. E com
certeza não houve roubo, apenas 1 parte do que se produzia aqui ia pra Portugal, 4 partes
ficavam. Além disso, o ouro não era um bem valioso para os índios, e certamente eles
não se achavam donos dele, principalmente porque eles ainda viviam na idade da pedra
e não sabiam usar o metal. Uma flexa com certeza valia mais que uma pepita de ouro para um índio. E cavaleiros, 80% do DNA brasileiro é europeu; então negar e renegar nossos ancestrais, é renegar a nós mesmos, o nosso próprio
ser. Portugueses e brasileiros têm sim motivos
pra se orgulhar de sua história. É uma grande história de erros e acertos que nos ligam,
que nos conectam, que nos dão um senso de identidade comum. Assim honramos nossos antepassados
e assim preservamos nosso legado com a certeza de que no final, todos fazemos parte da mesma
história e que cada conquista e luta dos nosso pais são e serão pra sempre nossas. Vejo vocês na nossa próxima saga e por hora… ADEUS!

You May Also Like

About the Author: Oren Garnes

62 Comments

  1. Salve, cavaleiros! Hoje nosso Império alcança mais um grandioso marco: 50K cavaleiros em apenas 5 meses de vida. Que honra ter guerreiros leais como vocês, e muitos mais ainda estão por vir. E para festejar esta marca importante, entrego a vocês uma saga épica de conquistas e batalhas que todos nós brasileiros e portugueses devemos nos orgulhar. Então cavaleiros, peguem seu tankard de hidromel e juntem-se a mim na grandiosa História do Brasil.

  2. Simplesmente épico … Sempre gostei de história imagine se na escola fosse ensinado dessa forma …. Acho que teria mudado de profissão

  3. Resumindo, todos erramos… Digam o que disserem, tenho muito orgulho na história do meu pequeno Gigante Portugal.

  4. Olá prezados cavaleiros historiadores. Conheci recentemente este canal e estou amando este canal. Aproveito bastante a forma didática e lúdica das animações. MAS NÃO QUERO SER PURISTA OU BAIRRISTA, mas neste episódio (10 min e 18 segs) você afirma que a capital do Brasil foi o Rio de Janeiro. Sim sabemos disso, mas como baiano da gema, soteropolitano, achei injusto não fazer referência a primeira da capital do Brasil que foi a BAHIA.

  5. Parabéns pelo vídeo! Amo este canal, ele resgata nossa história com um linguajar simples e divertido! Este foi o melhor episódio que já assisti!

  6. "O interesse de poucos, roubaram o futuro de muitos"
    Maldito golpe de 1889, republicanos merecem a morte de tão imundos que são, escravizaram e ate hoje escravizam nossa nação e nosso povo, viva ao Imperio! Deus abençoe nosso povo e nosso país para lutarmos pelo resgate da nação!

  7. Canal muito bom, mas sinto falta de história sobre os países da África e os índios pré-colombianos… #FICAADICA

  8. Me emocionei muito com a parte final do vídeo parabéns pelo seu trabalho, conheci seu canal por acaso.
    E este humilde samura Brasileiro de junta a vcs nessa batalha.

  9. As impresas multincionais (mineracao e outras) exploram muito mais o Brasil hoje do que Portugal fez 200 anos atras.

  10. Que jeito emocionante de contar a história do Brasil. Eu nunca achei Portugal vilão na nossa história e sempre considerei Dom Pedro II o maior chefe de estado que este país já teve, ele é e talvez sempre será insuperável. Orgulho de ser brasileiro e ter Portugal como nosso país mãe.

  11. Menino, até me arrepiei. Nossa história rica contada de uma forma linda e descontraída. Parabéns pelo trabalho!
    Cheguei aqui pelo vídeo da China.

  12. Espero que minha filha goste e tenha interesse pelo canal. Ela gosta desse estilo cômico, divertido e com desenhos para ilustrar.

  13. Não é credível que na escola no Brasil "ensinem" outra história da nação, simplesmente inacreditável…

  14. Será que algum brasileiro ou brasileira nos pode explicar porquê misturam política de agora com uma história grandiosa , esquerda ,direita centro , qual a relação ?

  15. Peraí Solano Ditador ? D.Pedro II – o maior playba que lascou o país e faliu o Barão de Mauá – herói ? https://www.youtube.com/watch?v=XzToQ9iv7fQ É claro que os britânicos iam falar bem deste governo. Concordo que um resumo da história mas princesa Isabel só assinou … lei Aurea depois de muita pressão. https://www.amazon.com.br/Brasil-Uma-Biografia-novo-p%C3%B3s-escrito/dp/853592566X?tag=goog0ef-20&smid=A1ZZFT5FULY4LN&ascsubtag=go_726685122_51601401518_242574450465_aud-594374058437:pla-427445291716_c_

  16. Ótimo vídeo! Viemos de inúmeras nações, mas somos acima de tudo BRASILEIROS. E temos história para contar, nos orgulhar r também para refletir e aprender com ela!

  17. Pra VCS IGNORANTES,Doutrinados pelo seu/sua "Professor(a)"marxista que vêem com desdém e Fake News sobre D.Pedro 2,veja um anime Sakura(Shoujo)Time Travel(algo assim)relacionado a História e Ciência,que Não tem ligação alguma com o Brasil,nem motivos p/mentir,eles Mencionam D.Pedro II e o Brasil em 2 ep.Seguidos,mostrando o quão .Pedro II foi Importantíssimo p/o Mundo(Incluso Científico).

  18. Parabéns por contar em resumo como a história do Brasil deveria ser tratada, sem o politicamente correto chato e sem esse lero-lero de " o português malvado invadiu o Brasil".
    Sou nascido no RJ, filho de portugueses e vivo em Portugal e com certeza a distância que nos separa é muito menor do que as similaridades que nos une, sinto isso todo santo dia aqui.

  19. 2019 🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷👉👉👉👉👉👉👉👉👉👉👉👉

  20. A proclamação da República foi a anulação da lei áurea, mas com um upgrade, toda a plebe agora era escrava, brancos, negros e derivados….

  21. Quando os Brasileiros dizem que era melhor ser colonizados por outro país da vontade de rir
    Portugal a nível de colonizar foi o mais pacífico, sem matar e sem destruir, e demos a independência para vocês sem grandes problemas, a história de Portugal tem como grande erro a escravidão que é das poucas coisas que não me orgulho na história do meu país !
    Mas vocês já são independentes a quase 200 anos , se vocês são o país que são hoje só tem que vos culpar a vocês mesmos
    Porque nós demos muita coisa ao Brasil, vocês é que não seguiram os bons exemplos, e como da para ver no vídeo enquanto Portugal mandou corria tudo direitinho .
    Quando ficaram por conta própria virou o que é hoje

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *